Postagens

Mostrando postagens de 2010

Manual de Conservar Caminhos IV – Paulo Coelho

Imagem
A natureza segue suas próprias regras: desta maneira, você tem que estar preparado para súbitas mudanças do outono, o gelo escorregadio no inverno, as tentações das flores na primavera, a sede e as chuvas de verão. Em cada uma destas estações, aproveite o que há de melhor, e não reclame das suas características.Faça do seu caminho um espelho de si mesmo: não se deixe de maneira nenhuma influenciar pela maneira como os outros cuidam de seus caminhos. Você tem sua alma para escutar, e os pássaros para contar o que sua alma está dizendo. Que suas histórias sejam belas e agradem tudo que está a sua volta. Sobretudo, que as histórias que sua alma conta durante a jornada sejam refletidas em cada segundo de percurso.Ame seu caminho: sem isso, nada faz sentido.

Manual de Conservar Caminhos III – Paulo Coelho

Imagem
Cuide do caminho, antes de cuidar do que está a sua volta: atenção e concentração são fundamentais. Não se deixe distrair pelas folhas secas que estão nas margens, ou pela maneira como os outros estão cuidando dos seus caminhos. Use sua energia para cuidar e conservar o chão que acolhe seus passos.Tenha paciência. Às vezes, é preciso repetir as mesmas tarefas, como  arrancar ervas daninhas ou fechar buracos que surgiram depois de uma chuva inesperada. Não se aborreça com isso, faz parte da viagem. Mesmo cansado, mesmo com certas tarefas repetitivas, tenha paciência.Os caminhos se cruzam: as pessoas podem dizer como está o tempo. Escute os conselhos, tome suas próprias decisões. Só você é responsável pelo caminho que lhe foi confiado

Manual de Conservar Caminhos II – Paulo Coelho

Imagem
Honre seu caminho. Foi sua escolha, sua decisão, e na medida que você respeita o chão onde pisa, também este chão passa a respeitar seus pés. Faça sempre o que for melhor para conservar e manter seu caminho, e ele fará o mesmo por você.

Esteja bem equipado.
Leve um ancinho, uma pá, um canivete. Entenda que para as folhas secas os canivetes são inúteis, e para as ervas muito enraizadas os ancinhos são inúteis. Saiba sempre que ferramenta utilizar a cada momento. E cuide delas, porque são suas maiores aliadas.O caminho vai para frente e para trás. Às vezes é preciso voltar porque foi perdido algo, ou uma mensagem que devia ser entregue foi esquecida no seu bolso. Um caminho bem cuidado permite que você volte atrás sem grandes problemas.

Manual de Conservar caminhos I – Paulo Coelho

Imagem
O caminho começa em uma encruzilhada. Ali você pode parar e pensar em que direção seguir. Mas não fique muito tempo pensando, ou jamais sairá do lugar. Faça a clássica de Castañeda: qual destes caminhos tem um coração? Reflita bastante sobre as escolhas que estão adiante, mas uma vez dado o primeiro passo, esqueça definitivamente a encruzilhada, ou sempre ficará sendo torturado pela inútil pergunta: “será que escolhi o caminho certo?”  Se você escutou seu coração antes de fazer o primeiro movimento, você escolheu o caminho certo.O caminho não dura para sempre: É uma benção percorrê-lo durante algum tempo, mas um dia ele irá terminar, portanto esteja sempre pronto para despedir-se a qualquer momento. Por mais que você fique deslumbrado por certas paisagens, ou assustado com algumas partes onde é necessário muito esforço para seguir adiante, não se apegue a nada. Nem às horas de euforia, nem aos intermináveis dias onde tudo parece difícil, e o progresso é lento.Cedo ou tarde um anjo vir…

Imagem
"A cada chamado da vida o coraçãodeve estar pronto para a despedida e paranovo começo, com ânimo e sem lamúrias,aberto sempre para novos compromissos.Dentro de cada começar mora um encantoque nos dá forças e nos ajuda a viver." Hermann Hesse

Tô em casa!! :D

Imagem
Oi pessoal!Nossa, muito tempo que não escrevo, é verdade. A rotina do navio é intensa e o cansaço também. Mas agora que tenho mais tempo… bom, não prometo nada!!! Vou tentar atualizar minhas novidade aqui nesses meses de férias, que não tenho certeza até quando durara.Tô matando as saudades do povo aqui em casa, da Meg, dos amigos…da nossa culinária maravilhosa!!!! Descobri que um feijãozinho preto tem seu lugar… Principalmente na minha barriga! hahahahaaMas também sinto falta dos amigos do Voyager! E esse é um dos meios que tenho de estar mais próxima deles.Saudades!!!Bjos pra todos!!!

Fazendo amigos pelo mundo

Imagem
Nossa, tem tanto tempo que não escrevo no blog que nem sei por onde começar...
Acho que vou começar dizendo que domingo passado completei 3 meses a bordo. O tempo passou tão rápido e ao mesmo tempo tenho a impressão que não, que já estou aqui há décadas! A mãe disse que parecem anos!!
Tantas coisas aconteceram nesse tempo. Já conheci muita gente, fui a muitos lugares lindos, vivi coisas maravilhosas, gostosas... já troquei 3 vezes de cabine, encontrei amigos e reencontrei outros. Por falar nesses amigos que reencontrei, quero contar algumas coisas em particular.
Semana passada fui a Firenze depois de 2 anos. Fui ao Istituto Michelangelo, onde estudei em 2008 e reencontrei alguns professores. Também tentei ver os meus “pais” italianos, mas eles pareciam estar de férias. Mas o maior acontecimento foi ter reencontrado a Lyne. Lyne é canadense, nascida em Quebec, mas mora em Toronto. Eu a conheci no curso de historia da arte, em Firenze, há dois anos. No final daquele ano ela acabou convid…

Staff mess

Filmado por Daniel, estrelando Liane e Brian!!

POR AI, AQUI - here, there and everywhere!

Imagem
Ontem fui a Positano, Sorrento e Pompéia. Tinha muita vontade de conhecer a Costa Amalfitana, um dos lugares mãos lindos da Itália. Fica na região da Campagna, ao sul próximo a Nápoles. É um pouquinho parecido com Cinque Terre, onde estive há dois anos. Na verdade estou ainda em duvida se gostei mais deste ou daquele... rsrs
Mas sem duvida era bem diferente do que eu pensava. Positano é praticamente uma vila de pescadores. Tinha curiosidade de conhecer além de tudo, porque no filme Sob o sol da Toscana algumas cenas foram gravadas nesse lugar. Frances e Marcello na praia, provando o limoncello. A praia é exatamente como aparece no filme, com exceção que no filme era inverno ou pelo menos estava frio e ontem, ao contrario, estava um belíssimo dia de sol! Isso deixou Positano ainda mais linda... É uma pena que nessas excursões a gente fique tão pouco tempo... É um dia só que temos para cada porto então não há muito tempo pra passear. Mas mesmo assim valeu a pena, ainda que tenha ficado u…

Varias coisas

Imagem
Varias coisas tenho pra falar sobre o navio. Coisas que acho podem satisfazer a curiosidade de algumas pessoas. Realmente muitas coisas diferentes acontecem aqui e outras nem tanto, como por exemplo o fato de o navio ser como um hotel, com tudo que um hotel pode ter e mais algumas coisas, uma vez que é um navio... e não um simples hotel...
Outro dia eu mesma estava pensando nisso e me peguei enumerando algumas. Aqui tem uma costureira, por exemplo, pra consertar uniformes e roupas em geral. Disseram-me que ela não é muito boa, então acho que vou continuar com minhas roupas um pouco largas, a calca com a cintura no meio do tórax e minha saia do uniforme praticamente no comprimento de uma saia de freira, até chegar em casa e pedir pra minha mãe arrumar tudinho. Tem carpintaria aqui também. Eu até pouco tempo morava pertinho. Era uma delicia acordar de manha cedo com o barulho dos caras martelando os moveis. Ai minha roommate resolveu pedir pra mudar a cabine. Mudamos e agora o barulho es…

Quase 1 mês!

Imagem
Semana que vem, no próximo Nápoles, completo 1 mês aqui no navio. Cada dia as coisas vão se tornando mais fáceis pra mim. Não só profissionalmente, como também pessoalmente.
Profissionalmente estou mais habituada à rotina do navio e aos meus deveres como assistente de excursão terrestre. No desk, onde vendemos e damos informações sobre as excursões, também estou mais segura já que nessa temporada na Europa faremos sempre os mesmos portos toda semana, o que facilita bastante nosso trabalho. Depois de mais algumas semanas as coisas se tornarão automáticas e ai vai sobrar mais tempo pra curtir um pouco os novos e velhos lugares e as novas amizades.
Essas são muitas! Tenho sempre companhia de alguns dos meus paisanos (os outros brasileiros a bordo), do colegas do Explorations! e tantos outros. Essa semana, por exemplo, jantamos num dos restaurantes do navio pra comemorar o aniversario da Anabela, portuguesa que trabalha comigo. De repente me vi numa mesa de 6 pessoas, cada uma de uma naci…

Nassau

Imagem
Oi gente!
Nao tive muito tempo pra tirar fotos em Nassau, mas o legal foi ter encontrado o Marcos, que fez curso comigo no Rio ano passado e também conhecido seu amigo brasileiro John. Ambos estao no navio Majesty of the Seas.
Vou colocando fotos aqui conforme for tirando, ok?
bjos!!

Todo o azul do mar

Oi pessoas! To passando aqui pra tentar comecar a contar pra voces como e a vida aqui no navio.
Nossa, e tanta coisa... Tantos treinamentos... Isso aqui e um mundo!!! Fico perdida varias vezes! Pelo menos ja consigo achar minha cabine ( que eu divido com uma peruana que tambem trabalha no mesmo departamento que eu), ja sei chegar no crew e staff mess, que sao os restaurantes pra tripulacao, staff e oficiais, na sala de treinamentos, no bar da tripulacao, no meu office e no desk onde atendemos os passageiros. Mas nem fui ainda nas areas de lazer dos passageiros, pra voces terem uma ideia...
O navio tem 15 deques!! Capacidade pra cerca de 3100 passageiros, fora os mil e tantos tripulantes. Estou mais familiarizada com a parte da tripulacao, que ja e grande demais. Sabe aquela foto que postei antes, contando do navio? Pois e, este e exatamente o Voyager, o navio em que estou. Sabe aquelas janelinhas que aparecem bem pequenas abaixo dos botes laranja ao longo do navio? Entao, eu moro abaix…
Obrigada, meus amigos, pelas postagens e pelos emails (pros amigos que ficaram com preguica de fazerem conta no google!!) com comentários sobre meu blog.
Espero que aqui a gente possa manter o contato e diminuir um pouquinho a distancia física que logo se estabelecerá entre nós!
Mas, se quiserem me ver, estarei no navio Voyager of the Seas...rsrsrs
Bjos, Li

Navegar é preciso!

Imagem
As últimas semanas tem sido muito agitadas. Não consegui postar nada aqui nesses últimos dias. Fiz pequenas viagens que acabaram tomando meu tempo. Fui a Juiz de Fora, depois pra Natal, Rio, Niterói e Rio de novo... Agora estou aqui em casa, em Volta Redonda, já arrumando as malas pra mais uma viagem. Dessa vez será bem mais longa... Vou contar pra vocês o motivo.
Há três semanas, cheguei aqui em casa e estava um rolo danado. O pai com carro no meio da garagem, com pneu furado, sem conseguir tira-lo junto com dois senhores que iam passando pela rua e que foram chamados pela minha mãe pra ajudar; um carro da Light com uns caras cortando uma das árvores em frente ao portão de casa (ou seja, mesmo que o pneu não estivesse furado o pai não iria a lugar algum); minha 'cã', Meg, latindo sem parar pra todo mundo - os caras do pneu, os da Light e pra mim que chegava de táxi da rodoviária, já que o pai não pode me buscar por causa do pneu. Mal cheguei, já fui incumbida da missão de ler …

Seres humanos. Humanos?!?

Segunda feira a revista Veja dessa semana chegou aqui em casa. A capa era "Agora, Isabella pode descansar em paz". Dei uma olhada, mas só a noite peguei a revista pra ler na cama quando fui dormir.
Li a reportagem e comecei a ver o quadro "A sequência da tragédia". Na terceira figura da sequência senti uma tristeza tão grande que resolvi deixar pra ler o restante outro dia (coisa que nem fiz até hoje). Não queria dormir com aquela história na cabeça, mas não adiantou. Era tarde demais. Chorei, chorei, chorei... Não consegui tirar o terceiro quadro da cabeça. Não consegui deixar de pensar no que a Isabella deve ter pensando ou mesmo falado... "Pai, por que você está fazendo isso comigo?" ou "O que eu fiz de errado?"
Esse quadro explicava que o 'pai' havia atirado a menina no chão da sala, o que acabou fissurando sua bacia e quebrando o punho de uma de suas mãos. Não posso imaginar, então, o que deve ter passado pela sua cabeça e coração na…

Ah, o amor

Há uns dias Paulo Coelho postou a seguinte frase no twitter: O amor é alegria, não se convença de que sofrimento faz parte
Retuitei na hora! Nossa, é isso mesmo, pensei!
Hoje, refletindo melhor, começo a considerar que talvez eu tenha me enganado e que o Paulo deva reformular sua frase. O amor "correspondido" é alegria, não se convença que sofrimento faz parte...
Porque... que alegria pode trazer um amor quando ele é uma via de mao única? Que alegria pode ele trazer quando você ama alguém que não te ama ou, pior ainda, ama outra pessoa?
Bem que uma vez meu pai me disse "amar sem ser amado é a mesma coisa que limpar o c. sem ter cagado"! (e depois o Paulo Coelho é que é o mago...rsrs)

Sabe quando voce ouve uma musica (e elas sempre falam de amor, ou de uma decepção amorosa, ou de alguém que foi traído, ou de uma amor que acabou, enfim elas falam de amor!) e quase sempre tem aquela frase que se encaixa perfeitamente em voce?! Em mim não! Não vou cantar que tenho saudade d…